quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Amor Proibido - Antonio Melo


AMOR PROIBIDO

Estou com muita saudade
Dos beijos que trocamos,
Sob o grande julgamento...

Mas é uma doce saudade!
Tão doce quanto os nossos beijos
Ardentes de paixão e desejos.

Dos nossos abraços apertados,
Com temor,
Com tremor,
Com dor...

Nós não podemos!
Me Falastes assim.

Mas eu te amo
e amar é viver
Sofrer,


Faz parte!.. 


Antonio Melo


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!