sábado, 26 de setembro de 2015

Ilusões - Antonio Melo


ILUSÕES


Entro no meu cômodo quarto
E me torno imaginações...

Adormecido sob os tantos lençóis;
Escuto a tua sussurrante voz,
E o pulsar dos nossos corações;

E sentindo como que
Te sentisse ao meu lado;
Abro os olhos decepcionado,
E vejo que são apenas ilusões...


Antonio Melo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!