sábado, 28 de janeiro de 2017

Alegra-te, levanta e anda. A última Palavra é de Deus!

Deus te ama e se importa com você, através do Senhor Jesus Cristo, Deus supre as nossas necessidades...

No princípio quando Deus criou o homem, o Diabo viu a possibilidade de derrotar  Deus atacando a sua mais nova criação. Já que o novo ser fora feito segundo a imagem e semelhança do próprio Deus, dotado de inteligência e raciocínio, o inimigo pensou que seria bem sucedido com o seu plano, atacando a Deus através do intelecto do homem. 


E assim tentou, e investiu contra o Senhor fazendo o homem desobedece-Lo. E esse pecado além de causar uma separação entre homem e Deus, causou também a morte física do ser humano. Com esse grande feito, Satanás disse. “é o fim”! Mas o Senhor Deus falou. “É o início”!

Deus escolheu Abrão para transforma-lo em Abraão e dele constituir o Seu Povo, a Sua Nação. E através de Isaac e Jacó, o povo de Deus foi aumentando, foi crescendo e formou-se a grande Nação de Israel. Um povo que estava sempre desobedecendo ao Senhor, mesmo recebendo constantemente incontáveis bênçãos Divinas. Mas toda vez que o povo de Israel pecava com a sua desobediência contra Deus, o Diabo dizia: “Acabou”! Mas Deus dizia: “Ainda não”!

Jesus Cristo nasceu, viveu, foi feliz, ensinou aqui na terra, sofreu, e quando morreu o Diabo disse: “Agora acabou, é o fim”! Mas Deus disse: “Agora é o Início, Agora é que começou”!.. E Cristo Ressuscitou. Para a Honra e Glória de Deus e a salvação da humanidade caída...

Caríssimo amigo, querida amiga, não sei como está a sua vida, como está a sua comunhão com Deus. Se está firme e caminhando, se tropeçou, mas continua andando com alegria, ou se está caído, ou mesmo passando por problemas financeiros, problemas de saúde, sem família, falta de sossego, de emprego, desesperado pensando: “é o fim”! Nada disso importa. Porque se ainda está aqui, é sinal que Deus não desistiu de você! Enquanto estamos vivendo podemos mudar a nossa história. Alegra-te, Levanta e Anda. A Última Palavra é de Deus!

Antonio Melo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!